NOVA BAHIA 2024

Bahia sedia módulo de acolhimento e avaliação do Programa Mais Médicos

A Bahia foi escolhida para sediar o Módulo de Acolhimento e Avaliação (MAAv) do programa Mais Médicos para profissionais que atuarão nas regiões Norte e Nordeste e no estado do Espírito Santo. A abertura ocorreu nesta segunda-feira (6), no Cerimonial Rainha Leonor, em Salvador. A cerimônia foi transmitida para São Paulo e Belo Horizonte, as outras duas sedes do MAAv.

O curso, presencial e obrigatório antes do início das atividades nos municípios, acontecerá simultaneamente em Salvador (BA), São Paulo (SP) e Belo Horizonte (MG), com encerramento previsto para dezembro. Na capital baiana, 1.038 médicos irão passar pelo acolhimento. Os novos profissionais irão se juntar aos 21 mil médicos em atuação atualmente pelo programa em todo país.
A etapa segue até 1º de dezembro e os profissionais aprovados começam as atividades nos municípios entre os dias 4 e 8 de dezembro.

Atualmente, a Bahia possui cerca de 1.300 médicos atuando pelo programa em todo o Estado, atingindo uma cobertura de cerca de 80% dos municípios. “A dedicação destes profissionais possibilita que baianos e baianas residentes em áreas de difícil acesso, regiões vulneráveis, bem como moradores de pequenas, médias e até grandes cidades, tenham acesso à porta de entrada do SUS”, afirmou a secretária da Saúde do Estado, Roberta Santana.

Ao final do curso, cerca de 200 profissionais serão incorporados ao programa na Bahia, reforçando a Atenção Básica no Estado.

O secretário de Atenção Primária à Saúde do Ministério da Saúde, Nésio Fernandes, destaca que o trabalho em conjunto com os estados tem sido fundamental para o sucesso do programa. “Aqui na Bahia temos gestores que dão total apoio ao programa, fazendo com que a assistência seja garantida a diversas populações que antes não tinham um médico próximo”, pontua.

Como funciona o MAAV

O MAAv é a formação de médicos intercambistas (formado no exterior, de nacionalidade brasileira ou estrangeira) no Programa Mais Médicos. A etapa obrigatória é realizada através de parceria entre o Ministério da Saúde e o Ministério da Educação. O módulo de acolhimento e avaliação é parte fundamental do novo formato do Mais Médicos e busca evidenciar os resultados positivos do programa de provimento e dar boas-vindas aos médicos e médicas selecionados.

Os profissionais em treinamento terão 160 horas de aulas de legislação, atribuições e funcionamento do SUS, ações de escopo da Atenção Primária à Saúde, protocolos clínicos de atendimentos definidos pelo Ministério da Saúde e Código de Ética Médica, além dos protocolos e diretrizes específicos do estado e município de atuação do médico.

Mais Médicos renovado com novos incentivos para profissionais

Para assegurar a fixação de profissionais, o Mais Médicos oferece oportunidades educacionais, com especialização em Medicina da Família e Comunidade, pós-graduação e mestrado. Os beneficiados pelo FIES que atuarem em regiões de maior vulnerabilidade por quatro anos poderão receber incentivos de até R$ 475 mil para auxiliar o pagamento do financiamento.

Os profissionais também receberão benefícios proporcionais ao valor da bolsa pelo tempo de permanência e atuação em áreas de maior vulnerabilidade. O programa também passa a oferecer o mesmo valor da bolsa para licença maternidade durante seis meses e 20 dias para licença paternidade.

Veja também

GOVERNO DA BAHIA