Assassinos de investigador da Polícia Civil morrem em confronto

Os autores do homicídio do investigador da Polícia Civil, Waldeck Batista Monteiro de Jesus, resistiram à prisão e, durante confronto direto com a polícia, acabaram morrendo na manhã desta quarta-feira, 10. 

Em nota, o Presidente do SINDPOC, Eustácio Lopes, salienta que o sindicato e categoria queriam que os assassinos respondessem juridicamente pelo crime cometido. “Queríamos que eles fossem julgados pelo povo e sentenciados pela justiça e cumprissem suas penas estabelecidas pelo judiciário. Mas eles preferiram o confronto direto. Uma afronta ao Estado, uma afronta à sociedade. Nós somos contra a violência e defendemos a justiça.”, finalizou. 

O sepultamento do servidor ocorreu na tarde desta quarta-feira, 10, por volta das 15 horas, no cemitério de Vera Cruz.