UFC: dirigente admite que balança de conferência pode ter sido descalibrada

Vice-presidente de assuntos regulatórios do UFC e ex-membro da comissão atlética de Nevada, Marc Ratner afirma, porém, que balança oficial estava calibrada e defende seu uso

A pesagem do UFC 274 na última sexta-feira rendeu muita polêmica, a ponto de Charles “do Bronx” Oliveira detonar a comissão atlética do Arizona, responsável pela regulamentação do evento. Segundo relatos de muitos lutadores, a balança digital de conferência disponibilizada pelo UFC estava desregulada na noite de quinta-feira e os atletas só foram avisados disso na manhã de sexta-feira, momentos antes da pesagem oficial, o que atrapalhou os cortes de peso.

A balança oficial usada na pesagem do UFC 274, apontando que Charles do Bronx ficou acima do peso — Foto: Getty Images
A balança oficial usada na pesagem do UFC 274, apontando que Charles do Bronx ficou acima do peso — Foto: Getty Images

Vice-presidente de assuntos regulatórios do UFC e ex-membro da comissão atlética de Nevada, Marc Ratner se pronunciou sobre o caso numa entrevista ao podcast “MMA on Sirius XM” nesta semana. O dirigente defendeu a comissão atlética do Arizona e garantiu que a balança analógica usada estava correta. Por outro lado, admitiu que a balança digital pode ter sido descalibrada.

– A balança oficial, que foi na qual eles se pesaram na sexta-feira com a comissão do Arizona, entre 9h e 11h (horário local), 28 dos lutadores bateram o peso. Então tenho muita, muita certeza que não havia nada de errado nessa balança. Essa balança estava precisa. O que as pessoas estão falando é que, na noite anterior, há uma balança em que lutadores podem conferir seus pesos. Alguns lutadores queriam mudar a balança de libras para quilogramas, que dá para fazer, e acgo que isso pode ter alterado. Não temos prova de nada, mas isso pode ter tirado essa balança de conferência da calibragem – afirmou Ratner.

Segundo o dirigente, a organização descobriu sobre o problema na balança por volta de 8h ou 8h30 na manhã de sexta-feira e tratou de trocar o objeto. Ele também afirmou que os lutadores foram avisados do problema, algo que Charles reclamou que não chegou a ele ou sua equipe.

Marc Ratner ainda defendeu o uso da balança analógica, também chamada de “balança de carne”, usada pela comissão do Arizona e também pela comissão de Nevada, entre várias outras. Para ele, as balanças digitais poderiam aumentar os problemas de falha nos cortes de peso devido à sua precisão de detalhes.

– Balanças digitais, às vezes você tem décimos de onças, uma libra são 16 onças. Você odiaria ter uma luta comum e o peso deveria ser 155 libras (70,3kg) e você pode ir até 156 (70,8kg), mas na balança digital você pode pesar 156,2 (70,9kg). Isso também não faz sentido. Sempre usamos a balança de carne, é precisa, é equilibrada, é calibrada, então não tenho problema em usá-la. Tivemos sucesso usando ela por todos os 15 anos que estou usando – justificou o dirigente.

EU VÍI A EDUCAÇÃO GANHAR UM INVESTIMENTO RECORDE