UFC 239: Marreta faz luta dura, mas Jon Jones vence na decisão dividida dos juízes

Brasileiro assusta campeão em diversas oportunidades, mas acaba derrotado em duelo disputado neste sábado e não conquista cinturão

Quem apostava em uma vitória dominante de Jon Jones sobre Thiago Marreta, se enganou. Considerado pela grande maioria como azarão, o brasileiro vendeu muito caro a disputa pelo cinturão dos meio-pesados (até 93kg.) no UFC 239, neste sábado (6). Após cinco rounds bastante equilibrados e com possibilidade de nocaute para ambos os lados, ‘Bones’ foi declarado o vencedor na decisão dividida dos juízes (48-47, 47-48, 48-47).

Marreta, que esteve perto da vitória, ainda sofreu uma grave lesão no joelho no início do primeiro round, mas, mesmo assim, conseguiu travar um duelo equilibrado do principio ao fim. Durante todo o embate, o atleta da Cidade de Deus (RJ) contrariou as expectativas de muitos críticos e, além de conseguir atuar durante todos os assaltos sem mostrar sinais de exaustão, surpreendeu a lenda do MMA em algumas ocasiões.

Jon Jones entrou para o combate com a estratégia de pressionar o brasileiro contra as grades para, assim, poder desferir seus golpes contundentes. No entanto, Marreta provou a todos que estudou o jogo do norte-americano e conseguiu, ao máximo, se manter afastado das potentes investidas de ‘Bones’.

Após o triunfo, Jones dará seguimento ao seu sonho de defender seu cinturão por 20 vezes, como declarado na semana que antecedeu o combate. Esta foi a segunda conquista de Jones após ter recuperado seu título ao bater Alexander Gustafsson em dezembro do ano passado.