Ucrânia está pronta para negociar cessar-fogo, diz porta-voz

Manifestantes ao redor do mundo pedem pelo fim dos ataques russos contra a Ucrânia. (Photo by Rasid Necati Aslim/Anadolu Agency via Getty Images)

Um porta-voz do presidente Volodymyr Zelensky disse, na tarde de hoje (25), que a Ucrânia aceitou a proposta do presidente russo, Vladimir Putin, para manter negociações de um cessar-fogo. Os líderes estariam discutindo hora e local para o encontro.

“Tenho que refutar as alegações de que nos recusamos a negociar. A Ucrânia estava e está pronta para falar sobre cessar-fogo e paz essa é nossa posição constante. Respondemos de acordo com a proposta do presidente da Rússia”, declarou o porta-voz Sergey Nikiforov.

O Kremlin sinalizou interesse em conversar, e acionou o governo de Belarus – aliado russo – para que as negociações fossem sediadas na capital Minsk. Os ucranianos preferem que a reunião aconteça em Varsóvia, na Polônia – país-membro da Otan.

Desde a última quinta-feira (24), a Rússia invadiu a Ucrânia e a situação na região é incerta. As tropas de Vladimir Putin estão na capital, Kiev, que sobre seguidos bombardeios. Ainda assim, o controle da cidade ainda está com os ucranianos.

Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrânia, afirma que o país está se defendendo sozinho, sem o auxílio dos Estados Unidos. Segundo a inteligência do Reino Unido, as cidades chave ainda estão sob o controle dos ucranianos e a resistência foi maior do que o imaginado.

O representante da Defesa russa, Igor Konashenkov, informou, na tarde desta sexta-feira (25), que as Forças Armadas do país desativaram 211 instalações da infraestrutura militar da Ucrânia.

Em atualização