TSE estuda exigir passaporte da vacina para votação

Ministros vão debater o assunto a partir de fevereiro

Os ministros do TSE estão em recesso, mas seguem conversando internamente por conta das eleições de 2022. Uma das pautas que vão entrar em discussão quando os trabalhos voltarem é a exigência do passaporte da vacina para votação. Mas há alguns pontos que deverão ser debatidos com maior profundidade.

Conforme apurou o DCM, os magistrados acreditam que exigir o passaporte pode levar mais pessoas a se vacinarem. Isto porque seria criada uma campanha na mídia sobre o assunto. Na avaliação da Corte, os brasileiros precisam ser incentivados a tomarem as doses de proteção contra a Covid-19.

Porém, eles sabem que tal decisão vai fazer com que se crie uma guerra narrativa com o grupo bolsonarista. Inclusive, ao saber de tal possibilidade, o presidente Bolsonaro ficou revoltado. O próprio chefe do poder executivo federal não poderia votar, pois ele tem dito que não se vacinou contra a doença.

EU VÍI A EDUCAÇÃO GANHAR UM INVESTIMENTO RECORDE