Serviços turísticos avançam na Bahia e têm melhor ‘verão’ em 10 anos

Crescimento no estado também ficou acima do indicador nacional (4,5%) e foi o 3º mais elevado

De acordo com um levantamento realizado pelo instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado nesta quinta-feira (12), o último mês de março apresentou o maior aumento de atividades de serviços ligadas ao turismo na Bahia desde 2013. Em 2022, houve um avanço de 8% frente ao mês anterior, na série com ajuste sazonal.

O crescimento no estado também ficou acima do indicador nacional (4,5%) e foi o 3º mais elevado entre os 12 locais onde as atividades turísticas são pesquisadas separadamente, abaixo apenas dos resultados de Santa Catarina (11,8%) e Espírito Santo (8,5%).

Na comparação com o mesmo mês de 2021, a Bahia teve, em março, a sua 12ª alta consecutiva no volume de serviços ligados ao turismo (66,6%). Foi o maior crescimento do turismo para um mês de março, no estado, desde o início da série histórica da PMS, em 2012 para esse indicador interanual.

Ainda assim, o desempenho do turismo baiano em março/22 versus março/21 ficou abaixo do nacional (75,6%) e foi apenas o 9° entre os 12 locais investigados, liderados por Rio Grande do Sul (131,3%), Ceará (109,7%) e Minas Gerais (100,0%).

No primeiro trimestre de 2022, que praticamente coincide com a alta temporada de verão, as atividades de serviços ligadas ao turismo na Bahia acumularam crescimento de 35,8%, frente ao mesmo período de 2021.

O avanço, embora menor do que o nacional (42,2%) e apenas o 7º entre os 12 estados investigados, foi o maior para um primeiro trimestre, na Bahia, em todos os 10 anos da série histórica da PMS, iniciada em 2012 para esse indicador.

Nos 12 meses encerrados em março, os serviços turísticos baianos perderam a liderança para o Rio Grande do Sul (75,4%), mas ficaram com o segundo melhor desempenho do país, num crescimento de 74,2%. Nacionalmente a alta é 48,0%.

EU VÍI A EDUCAÇÃO GANHAR UM INVESTIMENTO RECORDE