Rui diz que não contará com recursos do governo Bolsonaro

Afirmação do governador foi feita nesta sexta-feira, durante lançamento do Plano Plurianual (PPA) 2020-2023.

Rui-diz-que-n%C3%A3o-contar%C3%A1-com-recursos-do-governo-Bolsonaro Rui diz que não contará com recursos do governo Bolsonaro

O governador Rui Costa (PT) afirmou nesta sexta-feira (5) que não espera contar com recursos do governo Jair Bolsonaro (PSL) nos próximos quatro anos.

“Mas conto com investimentos privados para obras, como a ampliação do metrô de Salvador, para o início das obras do VLT, para a construção da ponte Salvador-Itaparica, que vai transformar o estado social e economicamente”, disse o governador durante lançamento do Plano Plurianual (PPA) 2020-2023, ferramenta que estabelece diretrizes, objetivos e metas da gestão no referido período. O evento foi realizado no auditório da Secretaria da Segurança Pública (SSP), em Salvador.

“Como estamos vivendo um momento de instabilidade institucional, jurídica e econômica, é preciso ter plena consciência dos desafios, e não apenas listar os desejos, vontades e necessidades. Nós temos que ser ousados, enxergar um futuro promissor, uma realidade concreta, números previsíveis, com renda e desenvolvimento capilarizados. O setor produtivo composto pelas três milhões de pessoas que vivem na da zona rural, por exemplo, tem os piores indicadores da educação, da saúde. Essas pessoas têm que estar entre o nosso público-alvo”, avaliou Rui na apresentação.

Segundo o governador, “capilaridade” será uma das palavras-chave para a gestão nos próximos quatro anos. “Na área de saúde, estamos seguindo com a implantação das policlínicas. Temos oito já implantadas e serão implantadas mais 11, atendendo aos consórcios. Temos que reforçar os polos regionais de desenvolvimento. Temos que melhorar a nossa infraestrutura. Não podemos enxergar 2035 pensando apenas em rodovias, então a Fiol, junto com o Porto Sul, é fundamental para o oeste, para o sudoeste, para o sul da Bahia”, ressaltou o petista.

Outra prioridade, de acordo com o governador, será o abastecimento de água. “Vamos dar continuidade a um dos maiores investimentos do Brasil, que são as obras de abastecimento de água e esgoto na Bahia. Mas, para isso, saímos de 70% dos financiamentos de recursos do governo federal e 30% do governo do Estado em água e esgoto, para, nos últimos quatro anos, passarmos a ter 70% de investimento do governo do Estado e 30% do governo federal nessas áreas. Para manter esses esforços, devido à importância da água na vida das pessoas, nós vamos desenvolver todas as ferramentas de parceria público-privado e de concessões para ampliar as obras e abastecimento de água e esgoto no estado”, diz.

“Temos que continuar reduzindo cada vez mais os números da violência na Bahia, não no ritmo que gostaríamos, mas no ritmo que conseguimos. Ontem, em reunião, discutimos um projeto baiano que virou referência no Brasil, de reconhecimento facial e de leitura de placas de carros. Vamos fazer uma grande licitação para 54 municípios além de Salvador, para implantar esse projeto, economizando tempo e recursos e aumentando a eficiência da segurança pública”, disse Rui.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE