Rui considera que adversários tentam se aproveitar da morte dos policiais

“O povo conhece essa forma eleitoreira para tentar se destacar”, diz governador

Na tarde desta segunda-feira (9), o governador Rui Costa falou a respeito da morte de três policiais militares neste fim de semana em Salvador e a utilização deste fato pelos adversários políticos.

Segundo Rui, o povo conhece essa forma eleitoreira dos adversários de “utilizar a morte de um trabalhador para tentar se destacar no período pré-eleitoral”. Ele destacou que “não perco muito tempo com isso”.

O chefe do Executivo baiano ainda citou que essa falta de segurança é fruto da política armamentista estabelecida pelo governo federal.

“Mas eu reitero que isso é fruto também desse desgoverno e, as vezes, eu fico imaginando esses que fazem oposição a mim e que abraçaram o presidente da República, aprovaram essa legislação que favorece ‘encharcar’ e distribuir armas pesadas, armas de toda sorte para, em geral, a entrada no País e que acaba chegando na mão de criminosos ou de pessoas que não têm equilíbrio necessário, emocional, e a gente tem visto, infelizmente, o aumento no número de mortes em discussões… E essas mesmas pessoas que abraçaram Bolsonaro, que apoiaram ele a fazer isso, são os primeiros a fazer demagogia num momento desse”.