Roma diz que ACM Neto fica ‘procurando ser o candidato genérico de Lula’

“E fica procurando a posição de querer agradar a todos, quando população quer saber com clareza a posição de seus políticos”, complementou

Foto: Ascom / João Roma

O pré-candidato a governador da Bahia, João Roma (PL), apontou os adversários Jerônimo Rodrigues e ACM Neto como o candidato oficial e o que “fica procurando ser o candidato genérico de Lula”. A fala foi dita na Rádio 106 FM de Guanambi e, durante entrevista, o  ex-ministro da Cidadania disse ainda que “o PT está debochando do povo baiano”.

“Ele [ACM Neto], no afã de querer agradar a uma parcela do que diz as pesquisas, fica procurando ser o candidato genérico do presidente Lula. E fica procurando a posição de querer agradar a todos, quando população quer saber com clareza a posição de seus políticos. Quando um líder quer agradar a todos, ele claramente está dissimulando suas opiniões”, pontuou.

O deputado federal bolsonarista pontuou também que o ex-secretário da Educação é um dos responsáveis pelo fato de a Bahia ocupar o último lugar na avaliação do Ideb e o ex-prefeito de Salvador.

O pré-candidato ao Governo do Estado pelo PL deixou claro que “a Bahia é solução para o Brasil”. Roma salienta que, durante as gestões petistas, o estado não avançou em infraestrutura e chegou a níveis alarmantes de violência tanto na capital quanto no interior.

“Isso tem afastado investimentos e tornado a Bahia um lugar de desemprego. Hoje temos mais pessoas recebendo o Auxílio Brasil, no valor mínimo de R$ 400 que pessoas com carteira assinada. Para mudar isso, a Bahia precisa caminhar pelo mesmo caminho que o Brasil começou a percorrer em 2018”, salientou o pré-candidato apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro.