Ricardo David critica denúncias e cita promotor ‘torcedor declarado do Bahia’

As confusões do primeiro Ba-Vi de 2018 ainda rendem assunto na Toca do Leão. Nesta sexta-feira, 23, um dia depois da denúncia do Tribunal de Justiça Desportiva da Bahia (TJD-BA), o Vitória não confirmou se já havia recebido ou não uma notificação oficial das denúncias. Procurado pelo A TARDE, o clube preferiu não se posicionar sobre o caso.

Notificado oficialmente ou não, o presidente do Leão falou sobre as denúncias e descartou a chance de o clube ser excluído ou rebaixado no Campeonato Baiano. As afirmações foram feitas em entrevista ao site UOL.

“Eu não tenho dúvida do resultado disso, o Vitória não será punido, absolutamente. Os atletas, obviamente, claro. Aí fica por questão de interpretação, foram citados na súmula, não temos nada a declarar sobre isso”, disse Ricardo David.

Assim como já havia feito no episódio da leitura labial do recado passado de Vagner Mancini para Ramon, o presidente rubro-negro alegou que as denúncias foram feitas por um torcedor do rival Bahia, e que, por isso, o objetivo seria apenas prejudicar o Vitória.

“Atitude descabida, absurda, arbitrária, desproporcional, tendenciosa, para não dizer irresponsável, de um procurador do TJD que não tem a intenção que devia ter, um torcedor declarado do Bahia”, bradou o presidente do Leão, se referindo a Hermes Hilarião, procurador responsável por elaborar as denúncias.

As declarações de David foram respondidas por Hermes Hilarião em entrevista ao site Aratu Online. O procurador tratou a atitude do presidente como “natural” e disse que o TJD não poderia deixar de prestar a denúncia.

“É natural que o presidente do Vitória tente desqualificar a denúncia e até mesmo partir para o ataque pessoal. Mas, sendo muito sincero, não é isso que importa. O fato de domingo foi um fato lamentável que entristeceu toda a Bahia e a procuradoria não poderia jamais se curvar a isso, se omitir e deixar de apresentar denúncia”, respondeu Hermes.

O julgamento do TJD-BA foi marcado para próxima terça-feira. Além de 12 jogadores de Bahia e Vitória, o próprio Rubro-Negro, Mancini e Mário Silva, supervisor de futebol do Leão, também serão julgados.

Rhayner no DM

O meia Rhayner sofreu uma ruptura no menisco lateral do joelho esquerdo e vai precisar passar por um procedimento cirúrgico. Ele conquistou a vaga de titular na partida contra o Globo-RN, dia 2 de fevereiro, e não deixou mais o time.

O Vitória divulgou que o tempo estimado de recuperação do jogador é de 60 a 90 dias.

Treino aberto

O treino deste sábado, 24, marcado para às 9h30, no Barradão, será aberto para o torcedor. De acordo com o clube, a decisão foi tomada após um pedido feito por Mancini e pelos jogadores.

 

 

Veja também