PSC questiona ‘cota’ de 30% para candidatura de mulheres

Medida foi determinada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em maio.

O Partido Social Cristão (PSC) entrou com uma ação direta de inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal (STF) contra a lei que determina a obrigatoriedade de as mulheres responderem por ao menos 30% das candidaturas de cada partido, de acordo com publicação da Veja. O mesmo percentual deve ser aplicado no horário eleitoral.

A espécie de cota foi determinada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em maio.

A legenda apela para o princípio da isonomia entre homens e mulheres para apresentar a ação.

Na Bahia, o partido busca a pré-candidatura de Irmão Lázaro ao Senado, na chapa da oposição.O deputado Heber Santana vai assumir a presidência da legenda no sábado (7), em evento no Hotel Fiesta, em Salvador

JIU JITSU FERNANDO MEIRA