GOVERNO DA BAHIA - TERRA MÃE DO BRASIL

Operação conjunta interdita duas academias de educação física

Estabelecimentos em Salvador e Lauro de Freitas são acusados de exercício ilegal da profissão de educador físico, licenças irregulares e suplementos com validade vencida

Foto: assessoria/Polícia Civil

Duas academias foram interditadas durante uma operação nesta segunda-feira realizada pela Delegacia de Proteção ao Consumidor (Decon), Procon-BA e o Conselho Regional de Educação Física (CREF), em Salvador e Lauro de Freitas. Na capital, um estabelecimento foi interditado e notificado por exercício ilegal da profissão de educação física por um dos instrutore e irregularidades nas licenças da atividade comercial.

“Estamos fiscalizando, além da atividade ilegal da profissão de educador físico, outros possíveis desvios, com a finalidade de assegurar os direitos dos usuários desse serviço”,afirmou a titular da Decon, delegada Maria Aparecida Guerra.

Em Lauro de Freitas, uma academia foi interditada por apresentar documentação vencida e profissional de educação física não regulamentado. Em outra empresa, foram apreendidos suplementos com validades vencidas e armazenados em local inadequado, além da falta de documentos necessários para aquela atividade comercial. O material apreendido foi encaminhado para a Vigilância Sanitária.

Fonte: Bahia.ba

Programa Estado Solidário