Novo campeão do UFC, Henry Cejudo se empolga e desafia Dillashaw para superluta

Campeão dos galos, no entanto, não demonstra interesse no duelo.

Cejudo celebra segunda grande conquista na carreira esportiva e mira Dillasahw: ‘Quero fazer história’

Novo campeão do peso mosca do Ultimate Fighting Championship, Henry Cejudo desafiou TJ Dillashaw logo após conquistar o cinturão, com vitória por decisão dividida sobre Demetrious Johnson, na edição 227, em Los Angeles, no fim de semana passado. O Mensageiro destacou o feito de desbancar o ‘Mighty Mouse’ na 12ª defesa de título e projetou a superluta contra o campeão do peso galo.

“Este é o testemunho de um verdadeiro azarão. Eu nasci aqui perto, e me tornei um cidadão dos Estados Unidos há oito anos. Eu consegui uma medalha de ouro (nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, no wrestling), e agora bati uma lenda como Demetrious Johnson. Isso é incrível. Vocês viram como eu fui grande. E podem falar de superlutas comigo. Estados Unidos são sobre vencedores, e eu quero ser um campeão triplo. Eu quero enfrentar TJ Dillashaw. Quero fazer história”, declarou em conversa com jornalistas após o evento.

TJ Dillashaw, que nocauteou Cody Garbrandt no UFC 227 e manteve o cinturão do peso galo, não demonstrou interesse na superluta. Anteriormente, o campeão se colocou á disposição para descer de categoria e desafiar Demetrious Johnson, recordista do Ultimate em defesas de título. No caso de Cejudo, TJ é quem seria o desafiado.

“Eu não acho que Cejudo mereça uma chance pelo cinturão dos galos. (Joseph) Benavidez o derrotou recentemente (em dezembro de 2016). Mas estou aberto ao que o UFC decidir”, afirmou Dillashaw, se contradizendo em relação à entrevista concedida ainda no octógono, logo depois de superar Granbrandt: “Vamos fazer isso”, havia dito.

JIU JITSU FERNANDO MEIRA