Lutador é atacado por torcedores após vencer luta com nocaute polêmico

Realizado no último sábado (10), em Paris, o coevento principal do Glory 42 terminou de forma lamentável. Murthel Groenhart nocauteou Harut Grigorian de forma polêmica e, ao comemorar sua vitória, foi atacado por dois torcedores que invadiram o cage. (Confira no vídeo acima)

No segundo round da final do torneio peso-leve, Murthel Groenhart conectou uma joelhada voadora e Harut Griforian, inexplicavelmente, se virou de costas para o seu adversário. O surinamês naturalizado holandês não perdeu tempo e rapidamente desferiu um duro gancho de direita no queixo do armênio por trás, que caiu com os olhos vidrados na lona. Ao subir no córner para comemorar, o lutador foi atacado por dois espectadores que desferiram socos. Membros da equipe e seguranças da arena entraram no cage e retiraram os invasores do local.

“Um dos caras me pegou com um gancho no rosto. Levantei minha guarda. Com aquelas mãos sem luvas, acertou meu queixo e meus dentes. Acho que (minha mandíbula) está quebrada, não sei. Está doendo”, conta Murthel Groenhart, em entrevista pós-luta, de acordo com transcrição do site “MMA Fighting”.

Como o árbitro não havia interrompido a luta, o golpe de Groenhart não foi considerado ilegal. Após se desculpa diretamente com Grigorian, o holandês aproveitou para se explicar e se defender:

“Quando você está no calor da luta, você simplesmente continua. Ele virou de costas. Eu fui atrás dele e o acertei com o gancho de direita, só isso. Não fiz nada de errado. Eu estava na luta, nas regras. Todo mundo diz nas regras para se proteger a todo momento. O árbitro não entrou no meio. Entrei com o gancho de direita. Ele caiu, e depois vi o árbitro chegar. Não fiz nada de errado”, afirmou Groenhart, durante a transmissão de acordo com o site “Combate”.

Programa Estado Solidário