Leão diz que uma vaga de suplência para o Senado é do PP

“Uma vaga já é nossa. Está garantido”; declaração do vice-governador se dá em meio à disputa entre os aliados, sobretudo PSB e PCdoB.

Em meio à disputa entre PSB e PCdoB pelas duas vagas de suplência dos candidatos ao Senado da chapa de Rui Costa (PT), o vice-governador João Leão revela que uma das vagas já está garantida a seu partido o PP.

“Uma vaga de suplência é nossa. Pode ser para Roberto Muniz (atual senador na suplência de Walter Pinheiro), pode ser Ronaldo Carletto (deputado federal). O que não falta no PP é nome para indicar”, disse Leão.

A suplência mais cobiçada é a de Jaques Wagner, pois, além de ser considerado favorito diante de Ângelo Coronel (PSD) e dos nomes da oposição, é forte a possibilidade de ele deixar o mandato de oito anos em algum momento para assumir alguma secretaria no governo Rui.

O vice-governador garante, porém, que não há tensão para acomodar os demais aliados de Rui em apenas uma vaga, e diz que PDT e PR, por exemplo, não estão no páreo.

“Não tem briga entre nossos aliados. Veja aí com a senadora Lídice. Acabou ficando tudo bem. Nosso time é bem entrosado e unido”.

João Leão voltou a provocar a oposição por, segundo ele, não ter candidatos para fechar a chapa de José Ronaldo (DEM), pré-candidato a governador. Além do próprio democrata, está garantido na chapa até então somente o deputado federal Jutahy Magalhães Jr. (PSDB), que disputará o Senado.

“Na nossa chapa a briga é por quem que entrar. Tivemos poucas vagas para muitos nomes qualificados. Do outo lado, eles é que estão brigando para ver quem vai entrar na chapa dele. Até então só tem Jutahy, que não quer que o pastor (deputado Irmão Lázaro) entre porque tem medo que ele tire seus votos”, instigou o vice-governador.

Fonte: Bahia.ba

 

JIU JITSU FERNANDO MEIRA