Chuva em Pernambuco: Bolsonaro diz que não foi acionado pelo governo

“Acho que faltou iniciativa da parte dele também”, afirmou

O presidente Jair Bolsonaro (PL) criticou o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), por não ter o procurado para discutir ações que diminuissem os efeitos das fortes chuvas na capital do estado e parte do interior.

“Em todo momento que os governadores e prefeitos nos procuraram, atendemos. Acho que faltou iniciativa da parte dele também. Se o governador estava fazendo outra coisa eu não sei, não vamos politizar essa questão. No momento de crise você vai atrás para ajudar, não fica esperando ser chamado dentro de casa”, disse Bolsonaro, durante entrevista coletiva no Recife nesta segunda-feira (30).

Com as chuvas, o Grande Recife registrou ao menos 91 e 26 desaparecidos. O Governo de Pernambuco e nove municípios decretaram situação de emergência. Nesta segunda, bombeiros militares baianos chegaram ao estado para ajudar a sociedade pernambucana.