Bahia registra aumento de 281% nos casos de dengue em 2019

Foram 7,3 mil casos entre janeiro e março deste ano, enquanto no mesmo período de 2018 estado registrou 1.916 casos. Índice de infestação do aedes aegypti em bairros de Salvador ultrapassa taxa tolerável da OMS.

Os casos de dengue na Bahia cresceram 281% nos três primeiros meses 2019, se comparado ao mesmo período do ano anterior, conforme levantamento do Ministério da Saúde. Quatro mortes ocorreram em decorrência da doença neste ano.PUBLICIDADE

Conforme aponta o Ministério da Saúde, a Bahia registrou 7.305 casos da doença entre janeiro e 16 de março de 2019. No mesmo período de 2018, foram 1.916 casos. A incidência no estado é de 49,3 casos/100 mil habitantes.

Em Salvador, diversos bairros estão em estado de alerta pois o índice de infestação do aedes aegypti – mosquito transmissor da dengue e demais doenças como chikungunya, zika – ultrapassa o índice tolerável da Organização Mundial de Saúde (OMS), que é de 1%.

No bairro do Itaigara, área nobre da capital baiana, o índice de infestação do mosquito aedes aegypti foi de 3,4% e, conforme a Secretaria Municipal de Saúde, o bairro está em estado de alerta.

A situação é ainda pior em outros bairros nobres e de classe média de Salvador como Barra, Graça, Vitória, Garcia, Canela e Campo Grande, que já são consideradas áreas de risco, com índice de infestação de 4%.

Bairros populares também entram nessa lista: Vista Alegre e Coutos (7,6); Fazenda Coutos (4,0); Lagoa da Paixão e Valéria (4,1), além de Sussuarana e Novo horizonte (4,7). Do G1 Bahia.