NOVA BAHIA 2024

Alex Poatan zomba de Jamahal Hill ao relembrar nocaute no UFC 300

Poatan é um dos principais lutadores do UFC atualmente – Louis Grasse/AgFight

A luta entre Alex Pereira e Jamahal Hill foi realizada em abril, em Las Vegas (EUA), mas a rivalidade seguiu viva. Tanto que os atletas constantemente trocam farpas de forma pública. Agora, o campeão dos meio-pesados (93 kg) do UFC tratou de zombar do americano ao relembrar o nocaute que aplicou nele.

Tudo porque, recentemente, Hill, meses depois da luta ser realizada, criticou o carrasco, reprovando sua postura no octógono e, principalmente, sua comemoração. Ciente do posicionamento de ‘Sweet Dreams’, ‘Poatan’ respondeu que ele colheu o que plantou, fazendo menção ao incessante ‘trash talk’ do mesmo antes do combate.

Não satisfeito, o brasileiro, em entrevista ao canal do ‘YouTube’ ‘mainevent’, estranhou o fato do rival ter se posicionado somente agora. Como venceu a luta no primeiro round via nocaute brutal, ‘Poatan’, rindo, insinuou que a demora de Hill a comentar a respeito se deu porque ele não estava 100% recuperado do dano sofrido, recobrando a consciência dois meses depois.

“Não tenho nada a dizer. Só fiquei confuso. Não entendi, porque faz dois meses e ele está falando agora. Geralmente, quando acontece isso, imediatamente as pessoas já falam o que acham. Não sei, parece que ele acordou do nocaute agora, eu acho. Ele deu um bom exemplo na luta contra o Glover, foi respeitoso ali e tal depois da luta, acho que antes da luta também foi bem respeitoso, então ele deu respeito e recebeu respeito. Ele me desrespeitou. Não acho que o desrespeitei. Só fiz um troco ali”, declarou o campeão do UFC.

Registro de ‘Poatan’ no MMA

Alex Pereira, de 36 anos, se tornou campeão do peso-médio (84 kg) do UFC, em 2022, e, um ano depois, conquistou o cinturão dos meio-pesados. O brasileiro iniciou sua trajetória no MMA em 2015 e construiu um cartel composto por 12 lutas, dez vitórias, sendo oito por nocaute, e duas derrotas. Seus principais triunfos foram sobre Israel Adesanya, Jamahal Hill, Jan Blachowicz, Jiri Prochazka e Sean Strickland.

Veja também

GOVERNO DA BAHIA