GOVERNO DA BAHIA - TERRA MÃE DO BRASIL

Sepromi destaca os 12 anos do Núcleo de Religiões de Matrizes Africanas da PM

Representantes do Núcleo de Religiões de Matrizes Africanas (Nafro) da Polícia Militar da Bahia (PM-BA), que em 2017 completa 12 anos de fundação, participaram de reunião nesta terça-feira (22), na sede da Secretaria Estadual de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi). A titular da pasta, Fabya Reis, recebeu a coordenadora da organização, capitã Thaís Trindade, além do sargento Evilásio Bouças, que apresentaram as ações desenvolvidas ao longo da trajetória de construção do diálogo interreligioso.

A capitã destacou que o surgimento do Nafro nasceu da necessidade de acolher integrantes da corporação na perspectiva de valorização das religiões de matriz africana e da diversidade. “Percebemos que era fundamental, além de promover a assistência religiosa, fortalecer parcerias institucionais e o estreitamento da relação com os terreiros de candomblé”, enfatizou Trindade.

Para a secretária da Sepromi, Fabya Reis, a experiência exitosa e crescimento do Nafro demostram a relevância da iniciativa. “A existência do Nafro é algo revolucionário e converge com os esforços pelo enfrentamento ao racismo e à intolerância religiosa na Bahia”, pontuou. Integrando as comemorações, ainda nesta terça, uma sessão especial acontece na Câmara Municipal de Salvador, como forma de valorizar o simbolismo e a importância da organização para a sociedade baiana. O grupo já serviu de inspiração para organizações semelhantes no Exército, Aeronáutica e na PM de São Paulo.