Renault Kwid será o carro elétrico mais barato do Brasil

Com a promessa de ser o carro elétrico mais barato do Brasil, novo Renault Kwid E-Tech Electric será importado da China em meados de 2022

Prestes a ganhar uma reestilização, o Renault Kwid terá uma versão elétrica no Brasil em 2022. O lançamento do modelo foi confirmado na última semana pelo CEO da Renault, Luca de Meo. O novo Renault Kwid E-Tech Electric virá inicialmente importado da China, e quer ser o carro elétrico mais barato do Brasil. Atualmente, esse posto é ocupado pelo chinês JAC E-JS1, que parte de R$ 159.900. 

O futuro Renault Kwid E-Tech Electric faz parte do plano de investimento de R$ 1,1 bilhão anunciado pela montadora francesa em março no Brasil. Além dos elétricos Zoe e Kwid, o montante também será destinado aos substitutos de 5 produtos da sua gama atual, dentre eles a picape Duster Oroch, o comercial Master e a reestilização do Kwid a combustão e possíveis substitutos para Sandero e Logan.

“O Brasil é um mercado estratégico para a Renault. Iremos avançar com a eletrificação da nossa gama, utilizando todo o nosso ativo tecnológico de 10 anos de experiência em veículos elétricos, o que nos coloca na vanguarda neste segmento”, afirmou o executivo durante uma visita às instalações da Renault em São José dos Pinhais (PR). 

Por fora, o visual do Renault Kwid elétrico deve trazer algumas novidades. Na dianteira, o design da versão elétrica segue as linhas adotadas pelo Kwid reestilizado, que é vendido em mercados como China e Índia, mas que ainda não chegou ao Brasil. Ele conta com faróis bipartidos e luzes em led. A traseira também traz lanternas em led e para-choque distinto do modelo brasileiro. Medindo 3,73 metros de comprimento, o elétrico conta com um porta-malas com capacidade para 300 litros, e um porta-objetos de 23 litros. 

Já o interior tem mudanças pontuais em relação ao Kwid brasileiro. Dentre elas, estão o painel de instrumentos digital e acionamento das marchas através de um botão giratório, recursos indisponíveis no modelo nacional. Dependendo da versão, também há novos materiais de revestimento nos bancos e detalhes na cor azul no console central, no acabamento das portas e na costura dos bancos. A central multimídia é de 7’’.     

O novo Kwid elétrico terá foco majoritariamente urbano. Na China, o Kwid K-ZE é equipado com um motor elétrico de 44 cv e 124 Nm de torque. De acordo com a Renault, o modelo chega aos 100 km/h em 19,1 segundos, e atinge uma velocidade máxima de 125 km/h. O alcance elétrico é de até 305 km em uso urbano e de até 230 km em circuito misto entre cidade e estrada. Apesar disso, rumores indicam que a versão brasileira terá uma motorização inédita.

No Brasil, a Renault comercializa desde 2013 os veículos elétricos Zoe, Twizy e Kangoo para empresas e projetos de mobilidade. A montadora francesa é parceira de vários projetos como na ilha de Fernando de Noronha, e vende a clientes como Porto Seguro, CPFL e Itaipu, entre outros. Além disso, o Zoe é comercializado ao cliente final desde 2018. Ao todo já são mais de 400 veículos elétricos Renault em circulação no país.

Portal Terra

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!
Programa Estado Solidário