UFC 213

Protesto contra Temer causa incêndio em ministério

Marcha é ato contra as reformas da Previdência de trabalhista e pede a renúncia do presidente Michel Temer.

Protesto contra Temer causa incêndio em ministério

Manifestantes conseguiram furar o bloqueio da Polícia Militar e chegar à Esplanada dos Ministérios, na tarde desta quarta-feira (24), em Brasília (DF). Foi registrado um princípio de incêndio no prédio da Agricultura. Bombeiros não conseguem chegar ao local. Não há informação de vítimas, apenas de que diversas fogueiras foram acesas em diferentes trechos do protesto.

A sede da Fazenda foi evacuada. No edifício do Turismo, segundo o G1, janelas e portas de vidros foram quebradas. Outros ministérios depredados seriam Planejamento e Minas e Energia. Pastas e documentos estão sendo jogados na ruas. A Catedral Nacional foi pichada com palavras de protesto. Assim, como o Museu da República.

Protesto contra Temer causa incêndio em ministério

Conforme Secretaria de Segurança do Distrito Federal, 35 mil manifestantes ainda estão na Esplanada dos Ministérios. O boletim divulgado nesta tarde atesta que: “Quatro pessoas foram detidas pelos policiais, sendo três delas por porte de entorpecentes e porte de arma branca. Todos foram encaminhados ao Departamento de Polícia Especializada (DPE)”, diz o texto.

Um professor do Espírito Santo teria sido preso por pichar a Catedral de Brasília, segundo PMs. A marcha, que começou no estádio Mané Garrincha, é um ato contra as reformas da Previdência de trabalhista e pede a renúncia do presidente Michel Temer.

 

Fonte: Agência Brasil

 

 

Veja também