NOVA BAHIA 2024

Petrobras anuncia descoberta de petróleo em águas ultraprofundas na Margem Equatorial

Petrobras informou nesta terça-feira (9) que descobriu uma acumulação de petróleo em águas ultraprofundas da Bacia Potiguar, no poço exploratório Anhangá, próximo à fronteira entre os Estados do Ceará e Rio Grande do Norte, na Margem Equatorial brasileira.

“A constatação de reservatórios turbidíticos de idade Albiana portador de petróleo é inédita na Bacia Potiguar e foi realizada através de perfis elétricos e amostras de óleo, que serão posteriormente caracterizados por meio de análises de laboratório”, afirmou a Petrobras em comunicado.

De acordo com a petroleira, esta é a segunda descoberta na Bacia Potiguar em 2024 e se segue à comprovação da presença de hidrocarboneto no Poço Pitu Oeste, localizado a cerca de 24 quilômetros de Anhangá. A nova acumulação de petróleo foi localizada a uma profundidade d’água de 2.196 metros.

A Petrobras acrescentou que as descobertas “ainda merecem avaliações complementares”. A empresa é operadora de ambas as concessões, com participação integral.

“As atividades exploratórias na Margem Equatorial representam mais um passo no compromisso da Petrobras em buscar a reposição de reservas e o desenvolvimento de novas fronteiras exploratórias que assegurem o atendimento à demanda global de energia durante a transição energética”, afirmou a companhia.

Petrobras prevê investir US$ 3,1 bilhões em exploração na Margem Equatorial, que se estende do Amapá ao Rio Grande do Norte, até 2028. Além disso, é esperada a perfuração de 16 novos poços exploratórios na região neste período.

Veja também

GOVERNO DA BAHIA