Oferta de vagas temporárias para o final do ano registra crescimento de 30% na Bahia

Danilo Macedo, proprietário da Loja Max Kids, no Shopping Bela Vista, está animado com o fim do ano | Foto: Shirley Stolze / Ag A Tarde

Dados da Associação Brasileira do Trabalho Temporário (Asserttem) apontam para a geração de 565 mil vagas de emprego provisório até o final do ano em todo o país. O número é 20% maior que o registrado em 2020. A entidade não disponibiliza o índice por estado, mas vale destacar que, na Bahia, o crescimento será da ordem de até 30% em relação a 2020, afirma o diretor regional, Cristian Giuriato.

Segundo o levantamento, 60% das contratações extras do último trimestre serão impulsionadas pela indústria, seguido de 25% no setor de serviços, 15% no comércio. São oportunidades em bares, hotéis, companhias áreas, salões de beleza, clínicas médicas, fábricas de produtos alimentícios, área de logística. As contratações já começaram e ainda dá tempo de concorrer a uma chance, diz Giuriato.

Bom para quem está à procura de uma recolocação, e também para o dono de pequeno negócio que precisa reforçar o quadro de funcionários na alta estação, de maneira legal, fala a gerente Adjunta na Unidade de Gestão Estratégica do Sebrae Bahia, Isabel Ribeiro. Ela destaca que a lei que prevê o regime de contratação por temporada foi flexibilizada em 2019, favorecendo em especial micro empresas.

“Tem empreendimento que vive muito da sazonalidade, em que por muito tempo ou o empregador recrutava na informalidade, sob o risco de questionamento na Justiça, ou era obrigado a manter o profissional. E hoje é bom para os dois lados. O trabalhador tem oportunidade de administrar folgas e horários e prestar serviços em dois locais. E é importante instrumento para o empresário”.

Novas contratações

Dono de uma rede de lojas de calçados com dez unidades na capital baiana (as marcas Max Kids e Max Calçados), uma delas no Shopping Bela Vista, Danilo Macedo estima contratar até o Natal 37 novos funcionários, entre vendedores e caixas. Uma parte da equipe já foi recrutada e pega no batente na virada do mês. Outras entrevistas já estão agendadas, mas candidatos ainda podem enviar currículos. Apesar do contexto econômico, Macedo diz que “as expectativas são positivas”.

“É o primeiro Natal pós-pandemia, em que a maioria das famílias vão poder se reunir, com todo mundo (praticamente já) vacinado. É um momento em que normalmente as vendas aumentam bastante com a procura por calçados. E essa é a expectativa do comércio em geral, aumentar o faturamento, o que reflete em novas contratações”, fala.

Gerente de marketing do Bela Vista, Ticiano Cortizo conta que o centro de compras contratou 14 trabalhadores extras para o suporte à campanha de Natal, e diz que, em um segundo momento, mais seis postos serão criados, dessa vez para a área de promoção, que envolve troca de cupons fiscais por brindes, entre outros.

“Em 2020 já houve uma retomada (da atividade econômica) importante, fruto do isolamento social, por isso acreditamos em um resultado esse ano igual ao que passou”, ressalta.

Estudo da Asserttem revela que até 22% dos trabalhadores que começam como temporários são efetivados ao final do período (de três meses). Um número expressivo, fala o diretor da Asserttem. Giuriato explica ainda que todos os números são uma estimativa “cautelosa”, devido à insegurança econômica causada pela pandemia, mas que “uma onda assustadora de contratações está por vir”.

Gerente de marketing na plataforma Empregos.com, Leonardo Casartelli lembra que vagas temporárias são uma porta de entrada para o mercado formal, e que esse é um bom momento para quem precisa terminar o ano empregado. Entre as dicas, o especialista destaca a formulação de metas e plano de carreira, busca por conhecimento e qualificação profissional, e até mesmo o “cuidado com as redes sociais”.

“As vagas temporárias costumam ser mais simples, que não exigem tanta formação. Normalmente são oportunidades para vendedor, analista, pessoas que trabalham com atendimento ao consumidor, justamente áreas que sofrem mais impacto durante o período de final de ano. Então é natural que essas posições surjam com mais volume e frequência como temporárias”.

“A vaga temporária é formalizada pelo Ministério do Trabalho há algum tempo, a reforma trabalhista deu até mais flexibilidade para esse tipo de contratação. Esse ano, em especial, nós estamos vendo muitas empresas que fizeram cortes no seu quadro de funcionários durante a pandemia, contratando pessoas para essas posições temporárias. A expectativa é que essas pessoas tenham mais chances de serem efetivadas após o período de final de ano, porque essas empresas já estão com o quadro reduzido”.

Já o portal Vagas.com divulgou que há 339 vagas temporárias abertas para o final de ano em todo o Brasil. Os interessados podem se inscrever na própria plataforma. São oportunidades em empresas como Mercado Livre, Gi Group Brasil, B2W Digital. Do total há 7 vagas disponíveis no estado da Bahia, “com o modelo contratual no sistema igual a temporário”, informa a assessoria de imprensa do site Vagas.com.

Fábio Bittencourt | A Tarde

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!
Programa Estado Solidário