Ngannou derruba Cigano em 71 segundos e avança em luta por cinturão

* Com informações de AgFight

Ngannou-derruba-Cigano-em-71-segundos-e-avan%C3%A7a-em-luta-por-cintur%C3%A3o Ngannou derruba Cigano em 71 segundos e avança em luta por cinturão

Última luta do card do UFC Minneapolis, evento realizado neste sábado (29), os pesos-pesados Francis Ngannou e Junior ‘Cigano’ colocaram à prova suas famas de nocauteadores. E, como esperado, não foi preciso nem mesmo um round inteiro para que um deles fosse anunciado como vencedor.

Depois de um breve estudo, Ngannou anotou forte chute baixo e, ao cercar o brasileiro, foi recebido com um direto no abdômen. Na sequência, foi a vez de Cigano conectar forte chute na perna que derrubou o rival, garantindo assim o seu melhor momento na luta – que não demorou muito para acabar.

Nos momentos seguintes, ao tentar uma combinação, Cigano recebeu um cruzado na orelha e acabou dando as costas, posição de onde levou mais dois cruzados que o deixaram sem reação no tablado. Vitória conquistada em 71 segundos que deve credenciar o camaronês a disputar o cinturão dos pesos-pesados.

Formiga é derrotado por Benavidez de novo

A co-luta principal do UFC Minneapolis, evento realizado neste sábado (29), contou com dois pesos-moscas (57 kg) que lutavam diretamente por uma chance de disputar o cinturão do evento contra Henry Cejudo. E assim como no primeiro encontro entre eles, o americano Joseph Benavidez levou a melhor sobre o brasileiro Jussier ‘Formiga’. No entanto, a disputa foi mais acirrada desta vez.

No primeiro round, o equilíbrio ditou a ação no octógono. Com um jogo de pernas melhor do que o habitual, o brasileiro chegou a acertar bons cruzados e equilibrou o ritmo ao pegar as costas do rival, o levando para o chão – embora não por muito tempo.

A dinâmica do confronto parecia se repetir no segundo assalto, inclusive com uma nova pegada pelas costas de Formiga. No entanto, lançando mão de sua maior habilidade em pé, Benavidez surpreendeu com um chute alto de esquerda que balançou o rival. Na sequência, uma combinação de socos levou o atleta da America Top Team a nocaute.

Demian Maia vence Anthony Martin

Aos 41 anos, Demian Maia segue com a mesma fórmula que o consagrou no MMA e o levou a duas disputas de cinturão no UFC. E, por incrível que pareça, são poucos lutadores que conseguem fazer frente ao seu afiado jiu-jitsu. E Anthony Rocco Martin definitivamente não é um deles.

Nos dois primeiros rounds, Demian encurtou a distância e derrubou, passando a imprimir sua vantagem técnica no solo. Neste momento, seu oponente adotou postura absolutamente defensiva junto a à grade, o que tornou o combate monótono e com poucas chances de finalização para o brasileiro.

Na última etapa, já com a vitória garantida, foi a vez de Demian deixar de atacar e esperar por algum erro do rival, que pouco fez para reverter o resultado. Desta forma, apesar de não agradar a torcida, o especialista em jiu-jitsu venceu sua segunda luta seguida no evento e agora espera a definição de seu próximo e talvez último oponente.

Acompanhe os resultados do UFC Minneapolis:

Francis Ngannou nocauteou Junior ‘Cigano’ no 1º round;
Joseph Benavidez nocauteou Jussier ‘Formiga’ no 2º round;
Demian Maia venceu Anthony Rocco Martin por decisão unanime;
Vinc Pichel venceu Roosevelt Roberts por decisão unanime;
Drew Dober nocauteou Marco Polo Reyes no 1º round;
Alonzo Menifield nocauteou Paul Craig no 1º round;
Ricardo ‘Carcacinha’ venceu Journey Newson por decisão unanime;
Eryk Anders nocauteou Vinicius ‘Mamute’ no 1º round;
Jared Gordon venceu Dan Moret Light por decisão unânime;
Dalcha Lungiambula nocauteou Dequan Townsend no 3º round;
Amanda Ribas
 finalizou Emily Whitmire no 2º round;
Maurice Greene nocauteou Junior ‘Baby’ Albini no 1º round.

Outubro Rosa - A gente abraça essa luta
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE