Líder do MST afirma que Globo quer Maia presidente e arremata: ‘burguesia tomou o poder do país’

O líder do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), João Pedro Stédile, nesta quinta-feira (13), acusou a Rede Globo de, depois de conquistar o impeachment de Dilma Rousseff (PT), quer derrubar o presidente Michel Temer (PMDB) para ascensão de Rodrigo Maia (DEM).

“A opção da Globo é o Maia, mas ele não tem estofo político para ser conciliador porque, para cruzar esse mar, é preciso ser um bom almirantes. Fora que já existem acusações contra ele e contra muitos outros que estão lá”, acusou.

Em entrevista concedida ao programa Rádio Verdade, da Arapuan FM, Stédile avaliou que a burguesia é quem tem o poder sobre o país nesse momento, mas estão divididos em seus objetivos o que, segundo ele, é a sorte da classe trabalhadora.

“A própria Janaína Paschoal, aquela doida que autora do impeachment, falou que tem dois grupos divididos, um sem São Paulo e outro em Brasília lutando contra o governo. Tudo o que queremos é o ‘Fora Temer’, mas é preciso ter cautela”, arrematou.

Yves Feitosa