Jovem morre em academia após suposto uso de anabolizantes

“Diga aos meus pais que os amo e que me perdoem”, disse jovem pouco antes de morrer.

Jovem morre em academia após suposto uso de anabolizantes

Jéssica Avelino Morais, de 25 anos, morreu depois de passar mal na noite desta terça-feira (27) em uma academia no bairro de Tancredo Neves, em Salvador, na Bahia. A família acredita que o uso de anabolizantes teria provocado a morte da jovem.

Jéssica chegou a ser levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da região, mas não resistiu. “Quando eu cheguei lá, ela estava na ânsia ainda, fizeram de tudo, mas não adiantou”, disse o pais da jovem, Joseval Moraes.

Antes de morrer, Jéssica pediu desculpas à mãe, Valdinete Avelino. “Eu fiquei triste porque não consegui ir ver ela, porque não me chamaram logo. Disseram que ela falou ‘diga a mainha e painho que me perdoem’, porque a gente reclamava com ela dessa medicação, que não era pra ela tomar”, contou Valdinete à TV Bahia.

A mãe de Jéssica contou ainda que a filha malhava há muito tempo e já tinha tido um surto semelhante anteriormente. “Ela tomou uma vez, ficou em surto, como quem ia morrer”, disse. “Tinha muito tempo que ela malhava. Era uma menina muito alegre, muito querida, com muitos amigos e muito carinhosa. Ela ia todos os dias (para a academia). Gostava muito de malhar e se esforçava muito. Era muito bonita e muito vaidosa”, completou a mãe.

Segundo Valdinete, Jéssica havia se submetido a exames médicos recentemente. “Não vou mentir que ela ficou uns tempos sem ir, mas não ficou afastada. Foi coisa de duas, três semanas para ela fazer um check-up. Os exames não deram nada”, contou.

A mãe disse ter conversado com a filha sobre o uso de medicamentos. “Eu conversava com ela e ela dizia que (tomar medicamento) era normal, que não fazia mal nenhum”, revelou.

Contudo, um tio de Jéssica, Vinicius Lago Avelino, de 36 anos, afirma que ela não estava usando medicamentos. “Ela não estava usando porque queria emagrecer. A gente não sabe como ela comprou o medicamento, mas ela não usava há um tempo”, contou.

O enterro de Jéssica está marcado para as 17h, no Cemitério Quinta dos Lázaros.

A academia On Shape divulgou uma nota lamentando o ocorrido. “É com grande pesar que a direção comunica aos alunos que nesta quarta-feira 28/06,a academia não irá funcionar, em memória do falecimento de uma aluna”, escreveu.

O presidente do Conselho Regional de Educação Física-Seccional Bahia, Paulo Cesar Vieira Lima, disse ao CORREIO que o local está regularizado e todos os profissionais estão credenciados.

Segundo o profissional, apenas o laudo médico poderá indicar a causa da morte. “Não consegui falar ainda com o dono da academia. O que soubemos é que a menina passou mal durante a atividade, foi levada para o posto médico e morreu. Não podemos dizer se ela tomou algo. Não sei se é verdade. Precisamos do laudo médico para saber o que aconteceu”, concluiu.

 

 

Programa Estado Solidário