João Roma sobe o tom e detona ACM Neto: “Não ficou feliz com minha ascensão”

Fotos: Divulgação

O ex-ministro da Cidadania e pré-candidato ao governo da Bahia, João Roma (PL), não mediu os termos ao falar sobre o ex-aliado e hoje adversário na corrida pelo Palácio de Ondina, ACM Neto (UB), em entrevista à CBN, nesta segunda-feira (4).

Ao comentar sobre sua ida para o Ministério da Cidadania, causa da briga entre os dois, Roma chamou a postura contrária de Neto de “medíocre, mesquinha e egoísta”, além de acusar o ex-prefeito de Salvador e ex-aliado de não ter ficado feliz com a sua ascensão política. Roma foi eleito deputado em 2018, após ter sido chefe de gabinete na gestão de Neto, com o apoio do então prefeito de Salvador, que na época recuou da sua candidatura ao governo.

“De uma forma medíocre, mesquinha e egoísta, depois de ver uma pessoa que se dedicou durante 20 anos ao projeto político dele, não ficou feliz com minha ascensão e usou de todas as armas, inclusive de perseguições, de práticas arcaicas, para que eu não pudesse avançar e ajudar os brasileiros naquele momento difícil”, disse João Roma.

Na mesma entrevista, Roma ainda disse que ACM Neto ficou sem falar por cerca de um ano com o ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo (UB).