Gilberto marca duas vezes e Bahia arranca empate com o Palmeiras

Em jogo marcado pelo uso do VAR, atacante balançou as redes em dois pênaltis.

Em um jogo muito movimentado, Bahia e Palmeiras empataram por 2×2 em São Paulo. Apesar de o resultado ter aumentado a invencibilidade do tricolor na competição para quatro jogos, o tão esperado triunfo fora de casa ainda não veio.

O Bahia chegou a ficar atrás no placar duas vezes, mas buscou a igualdade com dois gols de Gilberto, ambos cobrando pênalti. O resultado deixou o time com 20 pontos e na 10ª colocação do Brasileirão. Mas pode ser ultrapassado pelo Goiás, que enfrenta o Vasco no complemento da 14ª rodada.

O Palmeiras abriu o placar aos 12 minutos do primeiro tempo, com Dudu, aproveitando rebote de Douglas. No final da primeira etapa, Felipe Melo atingiu Lucca com o cotovelo e foi expulso.

O tricolor voltou do intervalo com Arthur Caike no lugar de Giovanni. Antes, Ezequiel já havia entrado na vaga de Nino, que saiu com dores na coxa. Logo aos sete minutos, o camisa 77 cabeceou em direção ao gol e a bola bateu na mão de Diogo Barbosa dentro da área.

Inicialmente, o juiz Igor Benevenuto nada marcou, mas foi alertado pelo árbitro de vídeo (VAR) e voltou atrás, assinalando a penalidade. Gilberto foi para a cobrança e empatou a partida. 

Aos 12 do segundo tempo, o Palmeiras voltou a ficar em vantagem, novamente com Dudu, que finalizou duas vezes para marcar em lance originado de uma cobrança lateral.

O Bahia foi em busca do empate e conseguiu. Novamente Diogo Barbosa cometeu pênalti, dessa vez atingindo Arthur Caike com um carrinho. O árbitro, mais uma vez, só marcou após rever o lance no monitor do VAR. Gilberto, mais uma vez, fez o segundo do Tricolor. Aos 42 minutos, Gregore cometeu falta em Dudu e como já tinha amarelo, foi expulso. 

O Bahia volta a campo contra o Goiás, no próximo domingo (18), às 16h, na Fonte Nova.