Focus: mercado financeiro vê inflação de 10,01% e PIB de 4,50% em 2021

Já para 2022, expectativas apontam para inflação de 5,03%, dólar a R$ 5,60 e taxa Selic a 11,50% ao ano em dezembro

Após forte alta da inflação no último ano, com alta de 9,26% do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) até novembro, a expectativa é de que o indicador registre alta de 10,01% no acumulado de 2021, praticamente em linha com os 10,02% estimados anteriormente. Os dados constam no relatório Focus, divulgado pelo Banco Central na manhã desta segunda-feira (3).

Já com relação ao desempenho da economia brasileira, os economistas ouvidos pela autoridade monetária projetam crescimento de 4,50% da atividade, ante estimativa anterior de 4,51%.

O dado do IPCA referente a dezembro será divulgado no dia 11 de janeiro, enquanto o PIB de 2021 será conhecido ainda no primeiro trimestre, em 4 de março.CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na primeira divulgação de 2022 do Focus, as expectativas apontam para inflação de 5,03% este ano, dólar a R$ 5,60 e taxa Selic a 11,50% ao ano em dezembro – sem alterações em relação ao levantamento da semana anterior.

O mercado estima aumento de 1,5 ponto percentual da taxa básica de juros na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), que acontece em fevereiro.

Com relação ao desempenho da economia brasileira, as estimativas apontam para crescimento de 0,36% do Produto Interno Bruto (PIB) este ano, uma piora em relação à expansão de 0,42% esperada anteriormente.