GOVERNO DA BAHIA - TERRA MÃE DO BRASIL

Estudantes de Ibirataia embelezam ambiente escolar com intervenções artísticas

A estrutura física do Colégio Estadual Doutor Antônio Carlos Magalhães, localizado no município de Ibirataia (256 km de Salvador), não é mais a mesma após as diversas intervenções realizadas pelos estudantes ao longo do ano letivo de 2019, por meio do projeto “Valores: eu vivo, eu compartilho”. Além de pintar os muros com desenhos que remetem a valores como respeito e solidariedade, eles também revitalizaram alguns espaços como canteiros, salas de aula e áreas recreativas utilizando suas habilidades artísticas e profissionais através de técnicas como pintura, reboco e jardinagem.

Para além dos muros das escolas, os estudantes também realizaram intervenções sociais como campanha de arrecadação de alimentos que foram doados para pessoas carentes da cidade. Além disso, fizeram apresentações teatrais na escola e, também, palestras sobre os temas trabalhados no projeto nas escolas municipais e em instituições públicas como o Fórum Municipal e a delegacia da cidade.

A diretora do colégio, Gleidimar Aparecida e Lima, falou de que forma o projeto impactou na vida dos estudantes. “A realização do projeto trouxe um novo olhar dos alunos em relação à escola ao valorizar o espaço que é deles. O sentimento de pertencimento e a consciência de que a escola é de todos nós, fez com que todo o alunado se engajasse para manter todos os trabalhos realizados na estrutura física da escola”, destacou a gestora.

O estudante Ruan Rocha de Almeida, 18, 3º ano, foi um dos responsáveis pela pintura dos muros. “Fiz uma pintura do planeta Terra em forma de quebra-cabeça para mostrar que devemos nos unir, pois meu tema retratado foi cooperação. Gostei muito de poder colaborar com os demais estudantes para deixar a nossa escola ainda mais bonita”, afirmou.

A estudante Eyshila Sena Marques, 16, 2º ano, disse que ficou contente com o engajamento e a participação ativa dos colegas de escola. “O tema da minha pintura foi disciplina e achei muito importante ver todos envolvidos por esta causa. Cada um teve a oportunidade de contribuir e, por isso, conseguimos alcançar o nosso objetivo”, disse a estudante, que também ajudou a decorar as áreas recreativas da escola com materiais recicláveis como garrafas pet e pneus.

Tele Coronavírus 155 começa a funcionar para atender a população gratuitamente na Bahia