CAMPANHA COMBATE AO MOSQUITO EDES AEGYPTI

Brasileiro que morreu na Ucrânia enviou áudio três dias antes: ‘Apavorado’

Prefeitura de São José dos Ausentes (RS) decretou luto de três dias na cidade diante do trágico acontecimento com Douglas Búrigo, de 40 anos

Foto: Reprodução | Redes Sociais

Terceiro brasileiro morto no conflito entre a Rússia e a Ucrânia, o gaúcho Douglas Búrigo, de 40 anos, enviou um áudio para uma pessoa próxima apenas alguns dias antes de ser morto em um bombardeio russo na cidade Kharkiv na sexta-feira (1). No áudio, Búrigo dizia temer não conseguir voltar vivo ao Brasil.

“Tô apavorado aqui já. P*, abateram um colega nosso aqui. Meu Deus do céu, cara. A sorte é que eu tava bem bloqueado. O cara se foi, meu. Rapaz, eu vou te falar bem a verdade, Celinha, não sei se volto vivo para o Brasil, mas se eu não voltar vivo, eu quero que vá a bandeira para mim. Pelo amor de Deus, homem, isso aqui não tem quem aguenta, é muita bala. Vou te mandar aí, nosso parceiro morreu ontem. P* que pariu”, afirmou o brasileiro no áudio enviado por meio de um aplicativo de mensagens.

Ao jornal O Globo, o cunhado de Búrigo, Carlos dos Reis, afirmou que a mensagem teria sido enviada na última terça-feira (28). No sábado (2), a família foi comunicada sobre a morte de Douglas pelo comandante do pelotão do qual ele fazia parte.

Douglas Búrigo era ativo nas redes sociais, onde compartilhava seu dia a dia junto aos militares ucranianos. Seus parentes e amigos lamentaram sua morte.

Fonte: O Globo