Anderson Silva lesiona o joelho após receber chute baixo e perde para Cannonier no UFC 237

Americano recebe muitas vaias ao comemorar vitória no primeiro round contra o Spider, no co-evento principal. Brasileiro diz ter se machucado durante preparação.

A idade parece andar cobrando um preço para Anderson Silva. Aos 44 anos, a vitalidade não é a mesma. Na madrugada deste sábado para domingo, o ex-campeão do peso-médio (até 84kg) fazia luta equilibrada contra Jared Cannonier, no co-evento principal do UFC 237,no Rio de Janeiro. Porém, a poucos segundos do fim do primeiro assalto, o Spider recebeu um chute baixo e lesionou o joelho direito. O árbitro central interrompeu o combate aos 4m47s, decretando o triunfo do americano.

Ainda no octógono, com dificuldade de apoiar a perna direita no chão, Anderson revelou ter lesionado o joelho durante a preparação para o confronto.

– Desculpa, galera. Nos treinos eu já estava com o joelho machucado. Não deu para segurar. Desculpa. Desculpa. Desculpa – lamentou Anderson Silva, muito abatido.

Cannonier, que foi fortemente vaiado por comemorar a vitória, mostrou respeito pelo ex-campeão da categoria, mas condenou o comportamento do público presente na Arena da Barra.

– Primeiro queria dizer obrigado ao Anderson. Quero agradecer a oportunidade de enfrentá-lo, ele poderia enfrentar qualquer um, e aceitou me enfrentar. Só tenho respeito a ele. Mas a torcida é algo diferente, eles não têm respeito por mim, e eu não tenho respeito por eles – disse Cannonier.

A luta

Cannonier tomou o centro do octógono desde o início, mas mostrava cautela, sem se expor. Anderson circulava e ouvia os gritos de “olê, olê, olê, olá, Silva, Silva” do público. Com cerca de dois minutos de round, ele soltou o primeiro golpe, um chute que parou na guarda do americano. Aos poucos, foi se soltando e conectou um chute plástico no rival. Cannonier reagiu com duas bombas de direita no rosto do brasileiro, que travou a nuca do americano e saiu do clinche. Spider respeitava o rival e não fazia muitas brincadeiras. Na reta final do round, ele passou a caminhar para a frente e ensaiou um chute rodado. Faltavam poucos segundos, até que Cannonier deu um chute baixo, e Anderson caiu com muitas dores no joelho, forçando o árbitro a interromper o duelo.

Jared Cannonier agora soma 12 vitórias e quatro derrotas na carreira. O atleta de 35 anos alcançou seu segundo resultado positivo consecutivo. Anderson Silva, por sua vez, perdeu a segunda em sequência, já que vinha de revés contra Israel Adesanya. Seu cartel é de 34 triunfos, 10 derrotas e um “No Contest” (luta sem resultado).