“80% dos internados são de não-vacinados ou de pessoas que não completaram o ciclo”, diz secretário de SP

À CNN Rádio, Jean Gorinchteyn afirmou que há aumento de 7% diariamente nas internações nas Unidades de Terapia Intensiva no estado para Covid-19

Leitos de Covid-19 (Foto: Reprodução/CNN Brasil)

Em entrevista à CNN, o secretário de Saúde do estado de São Paulo, Jean Gorinchteyn, afirmou que “nas UTIs, 80% dos internados são de não-vacinados ou de pessoas que não completaram o ciclo vacinal contra a Covid-19.”

Segundo ele, o estado vive um aumento de casos com a variante Ômicron. Já é uma subida de 7% diariamente de internações nas Unidades de Terapia Intensiva, e de 11% nas enfermarias.

“A vacina não impede de se infecção, mas não-vacinados internam muito mais, eventualmente a enfermaria tem público vacinado, mas com comorbidade e casos leves”, disse.

O estado de São Paulo tem 2,5 milhões de pessoas que não completaram o ciclo vacinal contra a Covid-19. De acordo com Gorinchteyn, a maioria é de jovens de 12 a 29 anos.

“E este público é o que circula mais, vai a casa dos amigos, bares, festinha e geralmente não o fazem com regras sanitárias, como máscaras, banalizam os riscos”, lamentou.

Entre os que não buscaram a segunda dose, o secretário ainda cita pessoas com a “falsa sensação de que uma dose é suficiente.”

O secretário afirmou que o estado está pronto, com “desenho estratégico”, para a vacinação de crianças desde dezembro. “Todas as estratégias estão traçadas, com 5200 pontos de vacinação, 4,3 mil carteirinhas impressas e distribuídas, com agulhas e seringas.”

“Estamos aguardando a vacina, infelizmente o quantitativo é menor do que aguardávamos, 270 mil doses, daremos início a crianças com comorbidades”, completou.

Jean Gorinchteyn ainda disse que está na expectativa de que a Anvisa aprove o uso da Coronavac para crianças de 3 a 11 anos. “Se isso acontecer, teremos a condição de vacinar 250 mil crianças por dia.”

Fonte: CNN