CAMPANHA COMBATE AO MOSQUITO EDES AEGYPTI

1º dia de São João não registra homicídios no estado, diz Polícia Civil

Dados da Polícia Civil apontam ainda três prisões em flagrante e duas apreensões de arma de fogo

A tradicional noite de São João, da quinta-feira (23) para a sexta (24), transcorreu sem homicídios e com poucas ocorrências graves nas principais festas da Bahia. Os dados são da Coordenação de Documentação e Estatística Policial (CDEP), e abrange Salvador, Região Metropolitana e as 26 Coordenadorias Regionais de Polícia do Interior (Coorpins).

De acordo com os dados, não houve Crimes Violentos Letais Intencionais – homicídio, lesão corporal seguida de morte e latrocínio – ligados às festas juninas no estado na noite de quinta-feira. Ao todo, foram registradas 15 ocorrências de lesão corporal dolosa, 82 de furto, cinco de roubo, três de dano e uma de importunação sexual.

Houve três prisões em flagrante e apreensões de duas armas de fogo e uma arma branca. Ainda segundo os dados,  foram instaurados 16 inquéritos e lavrados nove Termos Circunstanciados de Ocorrência – estes últimos, a respeito de infrações de menor potencial ofensivo.

A Polícia Civil informou que está presente não só com suas unidades policiais nos municípios, como também com postos avançados, as Delegacias Especiais de Área (DEA), nos circuitos de algumas das principais festas populares deste período de São João. No interior, há DEAs em Senhor do Bonfim, Cruz das Almas, Santo Antônio de Jesus, Amargosa, Ibicuí, Irecê, Eunápolis e Porto Seguro.

Em Salvador e RMS, o Departamento de Polícia Metropolitana (Depom) emprega equipes em delegacias e em um posto avançado DEA, no Parque de Exposições.