Júri condena oficial da PM a 13 anos de prisão por morte de jovem em Gandu

O Tribunal do Júri da Comarca de Gandu (BA) condenou nesta quarta-feira (20/06), o réu Adson Vinicius de Souza Araújo, tenente da Polícia Militar da Bahia apontado como responsável pela morte do jovem Hugo Menezes, ocorrida em agosto de 2008.

De acordo com os autos Hugo Menezes foi atingido por vários tiros de revolver calibre 38 quando estava a caminho de casa. O caso teve grande repercussão na cidade. A motivação do crime segundo apontou o Ministério Público, seria uma rixa entre o réu e a vítima motivada por um briga meses antes do ocorrido.

O Promotor de Justiça da Comarca de Gandu, Dr. Rodrigo Anjo Pereira Coutinho produziu a acusação, mostrando as provas e pediu a condenação do réu.  A defesa do réu representada pelos advogados Dr. Vivaldo Amaral e Dr. Mateus Coutinho alegou que ele não seria o autor do crime.

Durante o julgamento, uma mulher foi detida e encaminhada à delegacia após o Juiz perceber um comportamento estranho com o uso do celular.

Ao final do julgamento, o Conselho de Sentença, acolheu o pedido da acusação e decidiu pela condenação pelo crime previsto no art. 121, caput, do CPB, (homicídio simples). sentenciada pelo Exmo. Juiz Dr. Daniel Serpa de Carvalho.

Pena:

– 13 anos de reclusão em regime inicialmente fechado;
– Perda da função;
– Perda do porte de arma;
– Indenização mínima à família da vítima no valor de R$50.000,00

Processo n° 0001660-16.2010.8.05.0082

 

Fonte: GANDUZÃO
JIU JITSU FERNANDO MEIRA